Afinal, de quantas em quantas horas se deve comer?


Healthy super food selection in white  porcelain dishes over marble background.

Healthy super food selection in white porcelain dishes over marble background.

O número de refeições que realizamos no nosso dia podem impactar de várias formas no nosso organismo positiva ou negativamente de acordo com perfil de cada um. Comer de 3 em 3 horas pode ser positivo para algumas pessoas e não para outras. Um exemplo, para pessoas que estão iniciando um novo estilo de vida, ter rotinas de horários e se alimentar de tempo em tempo, ajudará a ter persistência e não ceder a tentações de comer fora de hora. Já quando o indivíduo se alimenta corretamente e tem comprometimento com a qualidade dos alimentos que escolhe essa regra pode se desfazer.
Outro exemplo, uma pessoa que está equilibrada com sua alimentação pode considerar correto comer somente quando estiver com fome e isso pode acontecer a da 6 horas e isso não quer dizer que ela está se alimentando de forma errada e então a idéia de comer de 3 em 3 horas cai por água abaixo.
Em um terceiro exemplo, um indivíduo que sente fome toda hora está provavelmente desequilibrado e neste caso é preciso identificar os gatilhos desse desequilíbrio e traçar uma rotina de horários e os tipos de alimentos para que ele se equilibre.
A forma como comemos no dia dia ensina ao nosso corpo quando esperar por comida e que tipo de comida esperar, neste caso a monotonia de horários pode atrapalhar um resultado uma vez que nosso corpo de acostuma, se adapta a rotina e aos tipos de alimentos tendendo a ficar platô. Nestas horas uma mudança no esquema de horários, tipos de alimentos ou um jejum intermitente por exemplo, pode trazer benefícios.
Não existe protocolo igual e nem uma regra única. Cada individuo em sua realidade responderá melhor a um estilo de horários para comer e nós nutricionistas estamos aqui para orientar o que é melhor para para cada um em seu momento atual.