Doenças Auto Imunes e Nutrição


A origem das doenças auto imunes quando relacionadas ao nosso hábito alimentar  tem relação direta com a saúde do nosso intestino. Quando inflamamos o intestino (por maus hábitos alimentares, por uso indiscriminado de antibióticos , por exposição frequente aos químicos e industrializados e pelo baixo consumo de alimentos frescos) estamos aos poucos criando um meio para que uma doença se instale . Doenças auto imune são um problema relacionado à imunidade. Nelas nosso organismo passa a atacar algum órgão, dependendo da predisposição genética do indivíduo. Sabemos que muitas das pessoas que possuem doença auto imune possuem também um intestino mais sensibilizado e sabemos que quando melhorarmos a saúde desse intestino os sintomas associados a esse problema auto imune diminui bastante. Isso porque conseguimos contribuir positivamente com o sistema imune por diminuir a inflamação. E isso tem relação com diversos fatores como melhora da microbiota, presença maior de antioxidantes, redução de radicais livres, etc. No intestino também formamos nossa imunidade com a ajuda de bactérias. As medicações para controle de doença autoimune não curam, amnizam os sintomas, mas trazem efeitos colaterais indesejados.  A cura , para doenças auto imunes é complexa, porém não impossível.  Precisa de orientação multiprofissional (médicos, nutricionistas, psicólogos, fisioterapeutas)  e quanto a nutrição, exige-se determinação e persistência por parte do paciente para seguir uma alimentação normalmente mais restrita e de fases diferentes e um ponto crucial nesses pacientes é o tratamento da disbiose intestinal, que já falei aqui. Nutrientes como vitamina D e ômega 3 precisam de atenção e identificar os alimentos inflamatórios para esse individuo passa a ser muito importante, pois esses alimentos descompensam o sistema imune e é tudo que não precisamos. Muito importante é o fator emocional, sabe-se que doenças auto imune tem um importante aspecto emocional envolvido, então é preciso atenção.