FERRITINA, Você sabe como está a sua?


Frequentemente faço o requerimento desse exame aos meus pacientes. E deixo aqui a
justificativa do acompanhamento mais próximo desse marcador pelo nutricionista.
Ferritina é uma proteína produzida pelo fígado que tem responsabilidade de armazenar
Ferro, protegendo as células de seus efeitos tóxicos, constituindo uma reserva mobilizável deste metal no organismo.
Quando sua ferritina está baixa você pode sentir muita fraqueza, cansaço, tonturas, dores
de cabeça e queda de cabelo. Neste caso precisamos agir corrigindo sua alimentação e
suplementação para adequar essas reservas de Ferro. E isso não inclui somente
suplementar ferro, que fique bem claro. Precisamos avaliar outros nutrientes relacionados
ao metabolismo do ferro e também como está a absorção dele dentro de você.
Quando a Ferritina está alta, isso pode ser um indicativo de Inflamação silenciosa dentro do
seu corpo e sintomas relacionados podem ser dores no corpo, nas articulações, no
abdômen, falta de ar e cansaço. Inúmeras podem ser as causas dessa inflamação e um
médico poderá se aprofundar mais para chegar em um diagnostico. O papel do
nutricionista neste caso é agir com a inclusão de uma alimentação anti-inflamatória junto com a suplementação de nutrientes e fitoterápicos para este efeito, tratamento de possível intolerância alimentar e modulação da microbiota intestinal.