Quais os melhores açúcares e adoçantes?


Abaixo relacionamos o que mais indicamos aqui na clinica para adoçar os alimentos. Lembrando que o sabor doce é um sabor muito forte que quando é utilizado em elevadas quantidades e frequência pode comprometer o seu paladar. Portanto independente de qual você optar para uso, use com moderação.

Açúcar de coco: O açúcar de coco é desenvolvido a partir do néctar das folhas do coqueiro e não passa por processos de refinamento industriais, também não possui conservantes, o que faz esse açúcar ser um produto completamente natural. Possui baixo índice glicêmico, o que reduz os picos de glicose e insulina no sangue, que podem aumentar a formção de  gordura localizada.

Açúcar mascavo orgânico é um alimento que mantém todos os nutrientes da cana-de-açúcar, sem passar por nenhum tipo de refinamento. Rico nutricionalmente,  tem excelente quantidade de vitaminas e minerais naturalmente em sua composição

Taumatina  é um adoçante natural, extraída de uma planta tem alta intensidade e poder de doçura. Não tem contra indicação. É 100% natural.

Xylitol: O Xylitol é um adoçante natural encontrado nas fibras de vegetais. Contém até 40% menos calorias que o açúcar comum, além de ser anti-cariogênico, impedindo o surgimento de cáries. Seu índice glicêmico é muito baixo,  sendo bem indicado para diabéticos. O excesso do consumo dele pode aumentar a produção de gases intestinais.

Esteviosídeo (stévia) – não contém calorias e conta com poder adoçante 300 vezes maior que o açúcar refinado. Ele é extraído da planta stevia rebaudiana, Só tome cuidado para não comprar a stévia associada a outro adoçante artifical, como ciclamato de sódio e sacarina o que é muito comum.